Como separar madeira para reciclagem?

É algo comum que a madeira seja descartada quando está suja, com algum tipo de acabamento incorreto, como a pintura por exemplo, e ás vezes cobertas de fungos, ou até mesmo atacada por cupins. Os fungos que geram o apodrecimento de madeira, são o resultado da permanência da mesma no sol e na chuva.
Os cupins por sua vez, se instalam no interior da madeira, e uma das poucas formas de saber se ele está presente devidamente é procurar observar a presença de um pó de madeira que seja parecido com areia.
O cupim e os fungos por sua vez, não significam que as madeiras não valem absolutamente nada, em mais de 90% das situações, vale a pena tratar a madeira com um produto diferenciado e especial.
Como separar as peças de madeira para reutilização ou para processo de reciclagem?
O primeiro passo que deverá ser feito é procurar limpar as peças. Caso estas peças estejam com um bom acabamento, limpar uma parte com uma lixa por exemplo, para que a madeira fique á mostra pode ser uma boa pedida.
As verificações do tipo de madeira poderão ser feitas ainda analisando suas estruturas, por exemplo, as madeiras duras contam com diversos condutores de seiva, o que parecem ao longo do tronco que quando forem cortadas, se parecem com poros, bastante visíveis a olho nu. Em seguida, nas madeiras que são mais duras, poderão ser analisadas as fibras, de diversas formas, bem como os raios, de fora pra dentro, e uma direção da medula.
Estas estruturas estão presentes, inclusive nas madeiras mais macias mas que são menos visíveis.
Aproveitando as madeiras, é possível planejar um novo produto totalmente diferente do original. Desde caixas de embalagens, formas para concreto, muitas coisas poderão ser criadas com a madeira reaproveitada.
O que sobra por sua vez, e que é considerado como não aproveitado é encaminhado para transformação em cavacos ou ainda para um processo de moagem.
Os cavacos poderão ser utilizados como combustível, em fornos de pizzaria, de padarias e outros que podem se utilizar dos cavacos.
Já a madeira moída, poderá ser vendida para empresas que possuem um sistema de produção de briquetes ou até mesmo de aglomerados.
Os briquetes por sua vez são fabricados a partir de uma mistura de pó de madeira, ou ainda de serragem com um tipo de cola diferenciada. Depois disto, ele é prensado e fica como uma espécie de tora de madeira. É utilizado em sua maioria por fornos.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *